Como evitar ou tratar a foliculite

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

depilacao-encravado-foliculite-homens-mulheres-queensstudioCom os termômetros marcando temperaturas cada vez mais altas, conservar a depilação em dia se faz mais do que necessária. Afinal de contas, nada mais gostoso de sair por aí com regatas, saias e shortinhos e exibir as axilas e pernas lisinhas e depiladas. Os homens também não ficam atrás e a preocupação em manter o corpo sem vestígio de pelos deixou de ser apenas um cuidado reservado ao público feminino.

Porém, ao exagerar na depilação e deixar certos cuidados de lado, podemos nos expor à foliculite.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a foliculite é a infecção dos folículos pilosos (local onde os pelos nascem), causada por bactérias que se instalam no organismo quando fazemos uso incorreto de lâminas e cera de depilação, ou usamos roupas muito justas.

Mas o que caracteriza o uso incorreto, no caso de lâminas e ceras, você pode se perguntar. Vão aqui alguns exemplos: reutilizar a mesma lâmina várias vezes – além do recomendado pelo fabricante –, não higienizá-la corretamente após a depilação ou compartilhar o instrumento com outras pessoas.

No caso da cera, utilizar material reciclado aplicado em outras regiões do corpo ou reutilizar o produto que serviu para depilar outras pessoas. Por isso, desconfie sempre de lugares que cobram muito pouco por esse serviço, pois há casas de depilação que tem o hábito prejudicial e nada higiênico de derreter a cera que deveria ser descartada para atender outros clientes).

Além dos cuidados já mencionados, é essencial limpar bem a pele antes e depois de remover os pelos. Antes, para que a área recém-exposta fique vulnerável às bactérias. E depois, para que não seja contaminada por nenhum corpo estranho.

E, por fim, em qualquer época do ano: evite o uso de roupas muito justas como calças e peças íntimas. Entre aos hábitos que podem facilitar o aparecimento da foliculite está o uso exagerado de calças jeans apertadas, responsáveis pelo atrito na pele.

Para se ver livre desse desconforto, dê uma pausa nas sessões de depilação e vista roupas mais folgadas e de tecidos naturais, como algodão. Realize esfoliações suaves a cada 15 dias, limpe a região com sabonete neutro diariamente e evite produtos à base de álcool, que podem piorar ainda mais o quadro.

Mas se nenhuma dessas medidas resolver, ou você perceber o aparecimento de bolinhas de pus, procure um médico dermatologista imediatamente. Somente o profissional poderá prescrever o tratamento adequado ao seu caso.

Gostou das nossas dicas de saúde? A Queen’s Studio Centro de Beleza possui profissionais talentosos que irão te ajudar na prevenção de possíveis incomodos. Esperamos por você!

Comentários ( 0 )

    Deixe um comentário

    O seu email não será publicado. Campos Obrigatórios *

    0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×